quarta-feira, outubro 07, 2009

Um ano

Brasília, 07 de outubro de 2009

É impressionante como um ano inteirinho passa e a gente nem percebe.
Algumas coisas parecem que vão ficar para sempre.
A gente sente como se tivesse sido ontem.
Outras coisas, feliz ou infelizmente, já esquecemos.

Momentos únicos, que mexeram com o que acreditamos.
Valores, crenças, sentimentos.
Tudo às vezes é revirado.
Ou não.

O tempo é capaz de reforçar o que sentimos.
Serve para, com ele, percebermos o que afinal sentimos.
Se o ontem foi bom, ruim, ótimo, péssimo ou maravilhoso, agora não importa mais.
Que o amanhã seja sempre melhor.

Obrigado pelas boas lembranças. Obrigado pelas más também, elas com certeza me engradeceram.
Pena que as coisas nem sempre são da forma como gostaríamos que fossem, tudo seria perfeito demais.
Pena que você não sentiu o que eu senti, que não sente o que sinto, ou vá sentir ou que eu sentirei.
Tudo está muito abstrato? Pois é, acho que tudo faz parte de uma bola de neve complexa, que agrega novos pensamentos a cada instante, e em muitos deles nos perdemos.

Não entendeu nada? Então é porque não era pra entender.
Entendeu tudo? Que bom, fico feliz.
É interessante perceber que o que para um tem um valor enorme, para o outro não tem significado algum.

3 Comments:

At 23 outubro, 2009, Blogger Raphael said...

esse eu já tinha lido no e-mail.
posta mais coisas aqui!
gosto de ler o que você escreve!

 
At 30 outubro, 2009, Anonymous ligia borges said...

Vc não nunca me falou do seu blog... nhá...belo texto... entendi tudo ahahhaha
beeijoooo... passa de vez qd no meu...bjoooo

 
At 30 outubro, 2009, Blogger Ligia Borges said...

Vc não nunca me falou do seu blog... nhá...belo texto... entendi tudo ahahhaha
beeijoooo... passa de vez qd no meu...bjoooo

 

Postar um comentário

<< Home